IMPLANTES DENTÁRIOS

1 - Definição

 

Consiste na inserção cirúrgica de um ou mais parafusos de titânio na Maxila ou Mandíbula; que servirão de suporte para coroas protéticas (dentes artificiais) após o período de cicatrização (osseointegração).

 

Este período varia de 3 à 6 meses dependendo da região, assim como, da qualidade e quantidade do tecido ósseo do paciente (Implantes de 2 fases).

 

2 - Indicação

 

- Ausência de um ou mais elementos dentários

- Ausência total dos dentes

- Agenesias

 

3 - Contraindicação

 

- Saúde geral debilitada

- Osteoporose acentuada

- Paciente com menos de 16 anos (fase de crescimento)

- Doença Periodontal grave

- Tabagismo severo

- Bruxismo severo

- Presença de infecção na região a ser implantada

- Ausência de suporte ósseo adequado

 

"O sucesso do tratamento com Implantes Dentários depende do, Planejamento correto do Cirurgião Dentista e da colaboração irrestrita do paciente durante as etapas do tratamento, bem como após sua conclusão. A manutenção dos Implantes tem aspecto fundamental em sua longevidade."

 

Dr. Marcos V. Bergami

(Implantodontista/Periodontista)

  Ver casos clínicos deste assunto