HIGIENE BUCAL EM CRIANÇAS

Os hábitos saudáveis adquiridos pela criança no início de sua vida serão levados para a vida adulta, portanto, é muito importante que os pais demonstrem às crianças a importância da higiene bucal para a manutenção da saúde.

 

Os cuidados com a saúde bucal devem ser iniciados antes mesmo da erupção, ou seja, nascimento do primeiro dentinho do bebê. Nessa fase, com o auxílio de uma gaze ou fralda umedecidas em água limpa (filtrada ou fervida) deve-se massagear toda a gengiva do bebê, limpar a língua e a parte interna da bochecha com o objetivo de remover restos de leite ou alimentos que ficam na boca.

 

A partir da erupção dos primeiros dentes do bebê é de extrema importância iniciar a utilização de escova dental para realizar a limpeza bucal, que deve possuir cabeça pequena, arredondada e cerdas extra macias. Para que a limpeza seja efetiva, a escovação deve englobar todos os lados dos dentes: por fora, por dentro, áreas próximas à gengiva, a parte de cima dos dentes do fundo e a língua.

 

A utilização de pastas dentais com flúor deve ser cautelosa em crianças até 3 anos de idade, pois as crianças nesta faixa etária engolem a pasta, e esta ingestão constante pode causar o desenvolvimento de fluorose dental (defeito na formação do esmalte dos dentes permanentes).

 

A higienização deve ser complementada com a utilização do fio dental para a limpeza do espaço entre os dentes, sendo que sua utilização deve ser iniciada a partir do momento que a criança apresentar os quatro dentes incisivos (da frente) ou quando houver contato entre os dentes.

 

É muito importante que os pais ensinem e estimulem a escovação nas crianças, ajudando a segurar a escova e limpar todos os dentes.

 

Normalmente, crianças entre 2 a 3 anos querem fazer a higienização sozinhas, o que deve ser respeitado e incentivado para que a criança crie o hábito da escovação, contudo os pais deverão realizar uma outra escovação depois porque nesta idade a criança ainda não possui coordenação motora suficientemente desenvolvida para realizar uma limpeza adequada dos dentes.

 

A supervisão da escovação por parte dos pais ou responsáveis deve ser realizada até que a criança complete 11 anos, quando normalmente, a maioria consegue escovar sozinhas.

 

A associação de uma dieta balanceada, com uma higienização adequada da cavidade bucal (sempre após as principais refeições ou ingestão de alimentos/guloseimas nestes intervalos) e visitas periódicas ao dentista terá como resultado uma boa saúde bucal, prevenindo assim o desenvolvimento da doença cárie e problemas gengivais.

 

Dr. Marcos Paulo Nagayassu

Mestre e Doutor em Odontologia Restauradora – UNESP