FACETAS LAMINADAS

Buscando a harmonia do sorriso

 

Uma das técnicas em evidência hoje em dia, nesta busca pelo sorriso ideal, são as facetas laminadas, recomendadas para dentes escurecidos ou excessivamente restaurados, e que além disso podem corrigir o aspecto anatômico de dentes malformados.

 

As facetas são restaurações realizadas nos dentes da frente recobrindo apenas a sua face frontal, com a finalidade de se obter harmonia e estética satisfatória. Este tipo de restauração pode ser executada diretamente na boca (utilizando resina composta), ou fora da boca, sendo processada em laboratório (utilizando porcelana ou resina).

 

As facetas confeccionadas em porcelana possuem vantagens com relação às demais, pela sua translucidez, estabilidade de cor por um longo período, e principalmente, devido ao seu aspecto natural, pois é importante que se produza um efeito “camaleão”, ou seja, que a faceta não fique perceptível ao lado dos outros dentes e não se torne artificial.

 

A vantagem primordial desta alternativa de tratamento consiste na preservação da estrutura dental sadia, uma vez que o desgaste realizado é mínimo, como se fosse uma “unha postiça” colada ao dente. No entanto, se fosse realizada a opção por uma coroa ou “jaqueta” de porcelana, seria necessário o desgaste de todas as faces do dente.

 

A ideia de cobrir os dentes da frente não é nova, já vinha sendo utilizada desde os anos 80, entretanto, houve uma grande evolução nos processos e materiais empregados, tornando-se atualmente um tratamento bastante confiável, desde que indicado e executado corretamente.

 

A sua durabilidade está associada ao sucesso da colagem, relacionada diretamente com a adesão tanto no dente, quanto na superfície da porcelana, pois uma vez colada, a porcelana se torna extremamente resistente. Outro ponto crucial são os cuidados com a higienização, que são imprescindíveis em qualquer tipo de tratamento para a manutenção adequada da saúde bucal.

 

Dr. Marcos Paulo Nagayassu

Mestre e Doutor em Odontologia Restauradora – UNESP