CUIDADOS COM A HIGIENE BUCAL DO BEBÊ

Cuidados com a saúde bucal devem começar na gestação

 

Segundo especialistas, a saúde bucal depende de uma boa higiene desde a infância e muitos problemas bucais já podem ser evitados ainda na gestação.

 

Dentes perfeitos e saudáveis na idade adulta começam a ser cultivados ainda no ventre materno. Por isso, os cuidados com a dentição devem começar antes mesmo do nascimento do bebê. Uma boa dieta durante a gravidez, atenção com a higiene bucal do recém-nascido e muito leite do peito são os ingredientes de um bebê com gengiva e dentes sadios.

 

A futura mamãe que se preocupa com os dentes do bebê deve se preocupar com a sua própria alimentação já no período da gestação. Alimentos balanceados e, principalmente, dosar na ingestão de cálcio que contribui consideravelmente para a formação dentária do bebê. Após o nascimento, os cuidados não param.

 

De acordo com a especialista em Odontopediatria, Dra. Caroline Jorge Zarvos, vários problemas dentários tem sua raiz logo no início do processo de amamentação. "Muita gente não sabe, mas a forma correta de se amamentar um bebê é colocá-lo de pé, reclinado no peito. Quando a criança mama deitada, as chances de uma deformação na arcada dentária são maiores", explica ela.

 

Mesmo com poucos dias, o bebê já mama e retém lactose ao redor do bordo gengival podendo já apresentar bactérias. Quanto mais cedo a mãe começar a realizar a higienização da boca do bebê melhor.

 

A limpeza bucal do bebê pode ser feita com um algodão ou cotonete embebido em água. "È importante a limpeza porque, antes de mais nada, para higiene não tem idade e também porque quando aparecerem os dentinhos, em médio aos 6 meses, e é preciso usar escova, a criança já estará acostumada com algo "diferente" na boca e não irá reclamar ou achar ruim a escovação.

 

Logo ao nascer os primeiros dentinhos, a mãe já deve utilizar escovas ou dedeiras bem macias para não machucar a gengiva do bebê. E utilizar pasta sem flúor", comenta a Dra. Caroline.

 

Além da higiene adequada, é importante que as mães fiquem atentas a algumas manifestações da erupção dos dentes. Como o nascimento do dentinho costuma provocar coceira na gengiva, é comum que as crianças levem muito as mãos à boca, para massagear a área. "Por isso, é nessa etapa que o nenê fica suscetível a contrair certas bactérias, podendo ter sintomas como diarreia", esclarece a Dra. Caroline.

 

Chupetas na fase de nascimento dos dentes também devem ser evitadas. De acordo com a dentista, elas estão relacionadas a dificuldades de oclusão, deformação da arcada dentária, entre outros problemas. "Chupetas são sempre contraindicadas. Além disso, os dentes de leite são a base para a dentição adulta. Assim, quanto mais bem cuidados forem, melhores resultados futuros serão alcançados", completa a doutora.

 

Fonte: Dra. Caroline Jorge Zarvos

Jornal O Debate